domingo, 9 de junho de 2024

FAMÍLIAS TAIPUENSES DESCENDENTES DE URUAÇU

 

Estêvão Machado de Miranda, casado com Bárbara Vilela Cid, filha de Antônio Vilela Cid e Ignês Duarte, eram os pais de três filhas, duas das quais mortas no massacre de Uruaçu, e a sobrevivente, Margarida Machado de Miranda, que se casou com o Capitão Manoel Duarte de Azevedo, conforme João Felipe da Trindade, em seu artigo intitulado “Uruaçu, sobreviventes e descendentes – I”, citando Lopo Curado Garro.

Estevão Machado de Miranda tinha uma menina de sete anos sua filha na fortaleza em sua companhia, e trazendo-a consigo a receber o martírio, vendo a dita menina que os flamengos queriam matar a seu pai, como aos outros presentes, se abraçou com ele, pedindo a vida do pai com as lamentações, e entendimentos de mulher de muitos anos, e os flamengos a tiraram dos braços do dito pai, ao que lhe disse o dito: Filha, dize a tua mãe que se fique embora, que no outro mundo nos veremos. E desta maneira o mataram, e a menina tirou a saia depois do pai morto, e se foi para ele, e cobrindo-lhe o rosto, e chorando, e pedindo que a matassem também, a quem os ditos algozes lançaram mão da dita saia, e trouxeram a menina a sua mãe, e ela, e os mais contaram o caso.

 

Há, porém, outra versão com relação às filhas de Estêvão e Bárbara, que dá conta, apenas, da filha sobrevivente, conforme Trindade, no artigo “Uruaçu, sobreviventes e descendentes - II”, ainda citando Lopo Curado Garro.

 

Alguns relatos sobre o massacre de Uruaçu, em 3 de outubro de 1645, dão conta que duas filhas de Estevão Machado de Miranda foram mortas e uma terceira foi entregue a um índio em troca de um cachorro. Lopo Curado Garro, no relato para João Fernandes Vieira e André Vidal de Negreiros, só faz referência a uma filha de Estevão, aquela menina de sete anos, citada no artigo anterior. Por sua vez, Manoel Maurício, descendente de Antônio Vilela Cid, afirma que Estevão e a esposa Barbara Vilela Cid tiveram uma única filha.

 

Do casamente Margarida Machado de Miranda com o Capitão Manoel Duarte de Azevedo, houve uma única filha, Catharina Duarte de Azevedo, que se casou com o Sargento-mor Manoel Rodrigues Santiago, e foram os pais de:

 

·             Antônio Rodrigues Santiago, há o registro encontrado de Antônio, aos 04/08/1705, sendo padrinho de Perpétua, filha de João Barbosa de Góis e de Luísa Ribeiro; casou-se com Custódia do Sacramento Maria.

·             Isabel Rodrigues Santiago, foi batizada aos 26/11/1691, em São Gonçalo do Potengi, sendo seus padrinhos o Capitão Teodósio da Rocha e Joana Costa; casou-se, com Salvador de Araujo Correa.

·             Elena Duarte de Azevedo, foi batizada aos 27/12/1701, na Capela de São Gonçalo do Potengi, foram seus padrinhos Antônio Duarte e Anna de Macedo; casou-se aos 12/02/1730, na Capela de Nossa Senhora do Socorro da Utinga, com o Coronel Lourenço de Araújo Correa, filho de João de Araújo e de sua mulher Maria.

 

Dos filhos de Margarida Machado de Miranda com o Capitão Manoel Duarte de Azevedo, destacaremos Isabel Rodrigues Santiago, que se casou com Salvador de Araujo Correa e, de cujo casal descendem as seguintes famílias taipuenses: Ferreira de Miranda, Rodrigues da Silveira, Rodrigues Santiago, Severiano da Câmara (Rodrigues da Câmara) e Vilela Cid.

 

Isabel Rodrigues Santiago e Salvador de Araújo Correia foram os pais de:

F.01 - Anna Maria da Conceição, casou-se com o português José Teixeira da Silva.

F.02 - Sargento-mor Antônio Rodrigues Santiago, solteiro.

F.03 - Bernarda de Araújo Correa, casou-se com o Capitão Rodrigo Alvares Correa.

F.04 - Isabel Rodrigues Santiago, solteira.

F.05 - Joanna Rodrigues Santiago, casou-se com Capitão João Rodrigues de Seixas. Foram os pais de:

N.01 – Tenente Alexandre Rodrigues Santiago, foi batizado na freguesia de Natal aos 03/09/1753, sendo seus padrinhos Antônio Rodrigues e Isabel Rodrigues; viúvo de Anna da Silveira, falecida aos 23/02/1800, casou-se na Capela da Soledade, filial da Matriz de Nossa Senhora da Apresentação de Natal, aos 20/021805, com Leonor da Rocha Bezerra, filha do Tenente-coronel Antônio da Rocha Bezerra e de sua mulher Joana Ferreira de Melo.

Bn.01 – Maria, foi batizada na Capela da Soledade, freguesia de Natal, aos 17/05/1810, sendo padrinhos o Tenente Francisco Barbalho Bezerra e Joana Ferreira de Melo.

N.02 - Tereza Duarte de Jesus, foi batizada na Capela de Nossa Senhora da Soledade de Jundiaí, aos 20/04/1755, sendo seus padrinhos o Sargento-mor Francisco de Araujo Correa e sua irmã Ignes Duarte, filha de Elena Duarte; casou-se na Capela Nossa Senhora da Conceição de Jundiaí (chama atenção, porque a Capela de Jundiaí é Nossa Senhora da Soledade), aos 23/11/1764, com o Capitão José Teixeira da Silva, filho de João Teixeira da Silva e de Maria Joana. Foram os pais de:

Bn.02 - Francisco Teixeira de Araújo, casou-se com Isabel Dantas Xavier, foram os pais, dentre outros, de Dona Bernarda Dantas da Silva, esposa do Manoel Varela do Nascimento, o Barão de Ceará Mirim.

Bn.03 - Isabel Duarte de Jesus, casou-se com Francisco de Souza Xavier.

Bn.04 - Maria Joanna Rodrigues Teixeira, casou-se com Antônio Cláudio de Macedo Cabral, citado nos filhos do Sargento-mor Antônio Rodrigues da Silveira e de sua mulher Maria Ignacia Cabral de Macedo

N.03 - Sargento-mor Antônio Rodrigues Santiago, casou-se com Maria Inácia Cabral de Macedo. Foram os pais de:

Bn.05 - Antônio Cláudio de Macedo Cabral, casou-se com Maria Joana Teixeira, citada nos filhos de Tereza Duarte de Jesus e do Capitão José Teixeira da Silva. Foram os pais de:

Tn.01 - Francisco, nasceu em agosto de 1802 e foi batizado na Igreja de São Gonçalo aos 12/09/1802, sendo padrinhos Francisco Teixeira de Araújo, solteiro, e Dona Tereza Duarte de Araújo por procuração que apresentou Maria Tereza.

Tn.02 - Francisca, foi batizada na Capela de Utinga aos 02/04/1805 sendo padrinhos José Teixeira da Silva, casado, e Dona Maria Inácia, casada.

N.04 - Capitão Manoel de Araujo Correa, casou-se na casa do Tenente-coronel Francisco Machado de Oliveiras Barros, aos [??]/11/1777, com Maria Jacinta Pródiga da Costa, filha legítima do Provedor da Fazenda Real, o português Dionísio da Costa Soares, natural da cidade de Lisboa, e de Eugenia de Oliveira Melo. Foram os pais de:

Bn.06 - Maria, nasceu aos 19/06/1778, foi batizada no mesmo dia na Capela de Nossa Senhora do Socorro da Utinga, sendo padrinho Manoel Antônio de Oliveira.

Bn.07 - Dionísio (I), faleceu aos 28/07/1789 com idade de quatro anos, nascido por volta do ano de1784.

 

Bn.08 - Ignácio, nasceu aos 18/07/1785 e foi batizado na Capela de Nossa Senhora do Socorro da Utinga aos 18/09/1785, sendo padrinhos Alexandre Rodrigues Santiago, solteiro, e Bernarda de Araujo.

Bn.09 - Eugenia (I), faleceu aos 28/09/1789, com três anos de idade, portanto, nascida no ano de 1786.

Bn.10 - Dionísio (II), nasceu em janeiro de 1790 e foi batizado na Capela de Nossa Senhora do Socorro da Utinga, aos 14/0/1790.

Bn.11 - Joaquim, nasceu aos 11/08/1791 e foi batizado na Capela de Nossa Senhora do Socorro da Utinga aos 08/09/1791, sendo padrinhos Manoel Teixeira da Silva e Ana Maria da Conceição.

Bn.12 - Antônio Vilela Cid, nasceu por volta do ano de 1805 e faleceu aos 12/06/1866 sendo sepultado no Cemitério de Jaçanã, freguesia de Ceará Mirim; casou-se com Isabel Francisca de Barros Vieira (também aparece com Isabel Maria da Conceição). Foram os pais de:

Tn.03 - Maria, foi batizada na Capela de São Gonçalo, aos 19/03/1814, sendo seus padrinhos o Tenente Antônio Cláudio [?] e Maria Jacinta.

Tn.04 - Isabel Jacinta Soares de Oliveira, nasceu aos 23/09/1819; casou-se na Tapitanga, em casa de Antônio Vilela Cid, aos 23/11/1837, com Pedro Barbosa de Oliveira Costa, filho de José Teixeira de Oliveira e de Maria José do Espirito Santo.

Tn.05 - Anna, nasceu aos 10/12/1832 e foi batizada na Capela de São Gonçalo aos 06/01/1833, sendo padrinhos Luiz Soares Raposo da Câmara por procuração apresentado por Gabriel Soares [?] e Ana Feliciana de Moura, solteira.

Tn.06 - Antônio Vilela Cid, casou-se no Sítio Varge, freguesia de Macaíba, aos 09/02/1869, com Francisca Dias Galeana, filha legitima de José Joaquim Mendes e de Luiza Lourença Conceição.

Tn.07 - Dionísia da Costa, aparece com o pai Antônio Vilela Cid apadrinhando Joana, batizada na Capela de São Gonçalo do Potengi, aos 20/09/1833, filha legítima de Joaquim Felix de Lima Borges e de Francisca Maria da Conceição.

.

Tn.08 - Francisco Felipe de Oliveira Cid, natural de Macaíba, casou-se com Isabel Bonifácia de Oliveira Cid (no casamento de José Vilela com Ursulina no nome da mãe do nubente aparece como Francisca Maria de Carvalho), filha de João Policarpo Rodrigues Galhardo e de Herculana Agostinha de Melo. Foram os pais de:

Qn.01 - Herculano Vilela Cid, nasceu em Ceará Mirim aos 23/06/1894 e faleceu aos 04/12/1904.

Qn.02 - José Vilela de Oliveira Cid, nasceu em Ceará Mirim aos 18/03/1899; casou-se em oratório privado, na freguesia de Ceará Mirim, aos 08/11/1888, com Ursulina Liberalina Furtado de Meneses, filha legítima do Tenente-coronel José Furtado de Mendonça Menezes e Raimunda Esmeralda Furtado.

Ilza Cid Viana, filha de Luiz Gonzaga Cid e de Leopoldina Viana de Miranda, neta paterna de José Vilela e Ursulina, nascida aos 16/04/1941 e batizada na Igreja Matriz da cidade de Pedro Velho, aos 10/05/1942, tendo como padrinhos o Dr. Getúlio Dornélio Vargas e Darcy Vargas; casou-se com José Viana de Miranda.

Eis os “VILELA CID” de Taipu.

Qn.03 - Antônio Vilela Cid Sobrinho, casou-se com Antônia Etelvina Vilela Cid, filha do Capitão Bonifácio [?] de Gouveia e sua mulher Joana Carolina Varella (no registro de nascimento do filho de Antônio, o nome da avó paterna aparece como Florência Maria de Carvalho – Teria Francisco Felippe casado duas vezes?).

Qn.04 - Francisco Vilela Cid, casou-se com Josefa Neomária Vilela [?], filha de José [?] Dantas Soares e de Tereza Maria da [?].

Bn.13 - Anna Maria Prodiga da Costa, casou-se com Jose da Costa Vasconcelos.

Bn.14 - Eugenia Maria de Oliveira Barros, casou-se na Capela do Ferreiro Torto, Macaíba, aos 30/09/1819, com Otávio José da Rocha.

Bn.15 - João Rodrigues da Silveira, casou-se na Capela de São Gonçalo do Potengi, aos 12/10/1800, com Mariana Josefa Joaquina da Trindade, filha do Capitão José Joaquim Mendes Soquete, natural da freguesia de São Xavier, da Cidade de Porto Alegre, Província do Alentejo, Portugal, e de sua mulher Joaquina Josefa da Conceição. Foram os pais de:

Tn.09 - José Rodrigues da Silveira, nasceu aos 24/07/1801 e foi batizado na Igreja de São Gonçalo, aos 19/08/1801, sendo padrinhos o avô materno e sua mulher Elena Duarte de Azevedo. (no assento de batismo há um equívoco: Elena Duarte de Azevedo é chamada de esposa do Capitão José Joaquim, quando na realidade ela é esposa de Lourenço de Araújo Correia); casou-se com Águeda Gomes de Souza.

José Rodrigues e Águeda Gomes formaram um dos troncos genealógicos da família RODRIGUES DA SILVEIRA, de Taipu.

Tn.10 - Joaquina, nasceu aos 04/11/1802 e foi batizada na Igreja de São Gonçalo aos 28/11/1802, sendo padrinhos o Capitão José Joaquim Mendes Soquete, casado, e Tereza Maria de Jesus, solteira.

Tn.11 - Miguel, foi batizado na Capela de Utinga aos 30/08/1808, sendo padrinhos o Tenente-coronel Manoel Alves Correa por procuração do presente Manoel de Araujo Correa e Leonor da Rocha.

Tn.12 - Felix, foi batizado aos 02/09/1810, sendo seus padrinhos Francisco Machado do Rego Barros e sua Mulher Maria [?].

Tn.13 - Antônio Vilela Cid, casou-se na freguesia de Extremoz, aos 16/02/1836, com Isabel Maria da Conceição, filha legítima de José Joaquim Soares de Melo e de Josefa Maria da Conceição.

Tn.14 - Francisco de Araujo Correa, casou-se na freguesia de Nossa Senhora do Ó de Papary, atual Nísia Floresta, em casa de Estevam José de Carvalho, aos 21/11/1848, com Maria Tereza de Carvalho, filha legítima de Estevam José de Carvalho e de sua mulher Tereza Joaquina de Jesus.

Tn.15 - João Rodrigues da Silveira Junior, casou-se na freguesia de Extremoz, aos 10/08/1846, com Francisca Tereza de Jesus, filha legítima de Alexandre José de Souza e de Tereza Maria de Jesus. Foram os pais de:

Qn.05 - Antônio Rodrigues da Silveira, casou-se aos 22/02/1887, com Joana Maria da Conceição, filha de Alexandre Freire e de Francisca Maria da Conceição.

Tn.16 - Maria Jacintha Prodiga da Costa, casou-se na freguesia de Extremoz aos 15/12/1842, com Joaquim Gomes de Castro, filho de Manoel Gomes de Castro e de Anna Maria.

Tn.17 – Vicente Xavier de Souza, casou-se na vila de Ceará Mirim, em seu oratório privado, aos 05/07/1868, com Clemência Maria da Conceição, natural da freguesia de Goianinha, filha de Pantaleão Freire da Trindade e de Francisca Felipa.

N.05 - João Rodrigues de Seixas Júnior, casou-se com Tereza Rodrigues Santiago. Sem sucessão.

N.06 - Capitão Salvador de Araujo da Silveira, casou-se com sua sobrinha Bernarda Dantas da Silveira, filha do Capitão Francisco Xavier de Souza e de Tereza Duarte de Jesus. Dos filhos do casal, encontrei os que seguem:

Bn.16 - Joaquim José Dantas, nasceu aos 09/12/1799 e foi batizado na Capela da Utinga aos 20/12/1799, sendo padrinhos José Teixeira da Silva e sua mulher Tereza Tereza Duarte de Jesus.

Bn.17 - Francisco, nasceu aos 10/12/1799 e foi batizado na Capela de Nossa Senhora do Socorro da Utinga, aos 09/01/1800, sendo padrinhos o Capitão José Teixeira da Silva e sua mulher Tereza Duarte de Seixas.

Bn.18 - Alexandre, nasceu aos 23/02/1800 e foi batizado na Igreja de São Gonçalo, em abril de 1800, sendo padrinhos José de Araujo Correa e Joana Xavier.

Bn.19 - Manoel, foi batizado na Capela de Nossa Senhora do Socorro da Utinga, aos 22/09/1802, foram padrinhos Francisco Xavier de Souza Junior, viúvo, e Isabel Duarte Xavier, filha do Capitão Francisco Xavier de Souza.

Bn.20 - Anna, nasceu a 01/05/1804 e foi batizada na Capela de São Gonçalo aos 15/05/1804, sendo seus padrinhos Luiz Teixeira da Silva, casado e Tereza de Jesus, filha do Capitão Francisco Xavier de Souza.

Bn.21 - Isabel, foi batizada na Capela de Nossa Senhora do Socorro da Utinga, aos 08/01/1805 (o que leio), sendo padrinhos o Tenente Joao Manoel de Carvalho, solteiro, e Lourença Duarte Xavier.

Bn.22 - José, foi batizado na Capela da Utinga, aos 22/02/1807, sendo padrinhos o Capitão Antônio da Rocha Bezerra e Leonor da Rocha, ambos casados; faleceu aos 20/06/1808 e foi sepultado na Capela da Utinga.

Bn.23 - João, em janeiro de 1813 e foi batizado na Capela de Utinga aos 09/02/1813, sendo padrinhos o Capitão Francisco Xavier de Souza e Dona Maria Duarte Xavier.

F.06 - Capitão José Rodrigues Santiago, casou-se na Matriz de Nossa Senhora da Apresentação, 10/05/1745, com Marcelina de Abreu Soares, filha legítima de do Sargento-mor Antônio Simões Moreira e de sua mulher Adriana de Sirqueira. Foram os pais de:

N.07 - Alferes Antônio Rodrigues Santiago, casou-se na Capela de São Gonçalo, aos 24/11/1773, com e Ignácia Francisca de Mello, filha legítima de Manoel de Abreu Soares e de sua mulher Antônia Francisca de Melo. Do casal nasceram:

Bn.24 - José, nasceu aos 08/12/1774 e foi batizado na Capela de São Gonçalo do Potengi aos 22/01/1775 sendo padrinhos Manoel de Abreu Soares, casado, e Adriana de Rodrigues de Sirqueira, solteira.

Bn.25 – Bernardina (I), faleceu aos 26/06/1798, com dois meses de nascida, e foi sepultada na Capela de São Gonçalo.

Bn.26 - Bernardina (II), nasceu aos 05/11/1790 e foi batizada na Capela de São Gonçalo aos 20/11/1788, sendo padrinhos Bento Luiz e Antônia Gomes.

Bn.27 – Anna Joaquina de Melo, casou-se na Capela de São Gonçalo da Ribeira do Potengi, aos 20/11/1813, com João Manoel de Brito, filho de Francisco pereira de Brito e de sua mulher Caetana Maria [?].

Bn.28 - Antônia Joaquina de Melo, casou-se com Alexandre Rodrigues Santiago, nascido por volta do ano de 1773 e falecido, já viúvo, aos 30/09/1841, sendo sepultado na Matriz de Sant’Anna do Mattos do Assu, filho de João Gomes Carneiro, natural de Lisboa, e Anna Ferreira de Melo. Foram os pais de:

Tn.18 – Jerônimo, nasceu aos 20/07/1779 e foi batizado na Capela de São Gonçalo, aos 13/08/1779, sendo padrinhos o Alferes Antônio Rodrigues Santiago, viúvo, se Joana Gomes, casada.

Tn.19 - João Ferreira de Miranda Câmara, nasceu aos 18/09/1802 e foi batizado na Igreja de São Gonçalo aos 30/09/1802, sendo seus padrinhos Antônio Francisco Vieira e sua mulher Francisca Xavier dos Prazeres. No assento de batismo os pais aparecem com os nomes de Alexandre Ferreira de Miranda e Antônio Francisca de Melo, entretanto, pelos nomes dos avós, pode-se constatar trata-se João Ferreira de Miranda Câmara, senhor de escravos, que foi casado com Joaquina Maria da Conceição, filho legítima de José Joaquim da Câmara e de Quitéria Tereza de Jesus.

“Como houve oportunidade de ressaltar-se anteriormente, Luiz Valcacer da rocha Pita, (conhecido por Pai Lolô), neto de Simão da Fonseca ita e filho de Luiz da Rocha Pita, foi durante a vida inteira um comerciante ambulante, além de suas atividades no ramo agropecuário.

Negociando com tropas de burros em todo o estado, viajou inúmeras vezes a Recife para comprar gêneros alimentícios, demorando em cada viagem cerca de dois meses. Conduzia farinha e rapadura do brejo da Paraíba e açúcar das usinas de Ceará Mirim para abastecer a região central do Rio Grande do Norte.

Em suas viagens, veio a conhecer e casar-se com Antônia Ferreira de Miranda, filha de um rico proprietário de terras em Taipu, chamado João Ferreira de Miranda. Este, por sua vez, tinha outras duas filhas: Rita Regina que se casou com Tomaz de Araújo Pereira (Tomaz Bengala) e Maria Ferreira de Miranda que se casou com um irmão de Luiz Valcacer chamado João Luiz da rocha Pitta, o que foi relatado anteriormente.”  (Fonte anexada ao site www.familysearch.org.  Manoel Américo de Carvalho Pita Famílias Tradicionais – Um estudo Genealógico Capitulo II – Família Carvalho, Descendência de Luiz Valcácer da Rocha Pita (Pai Lolô – 1838-1927). Pág 19).

 

Do casal João Ferreira de Miranda Câmara e Joaquina Maria da Conceição, nasceram:

Qn.06 - Antônia Ferreira de Miranda (ou Antônia Joaquina de Miranda), casou-se com Luiz Valácer da Rocha Pitta, nascido por volta do ano de 1728 e falecido em Santana do Matos aos 26/11/1824.

Qn.07 – José Ferreira Nobre da Câmara, casou-se na Matriz de Santana do Matos, aos 29/06/1857, com Maria Joaquina da Silva Lima, filha legítima de João Tavares da Silva e Ana Catharina de Carvalho.

Qn.08 – João Ferreira de Miranda Júnior, nasceu aos 22/03/1836 e foi batizado no Sítio São Romão, da freguesia de Santana do Matos aos 04/06/1836, sendo padrinhos Joaquim Inácio da Silveira Borges e Maria Ignácia, solteiros; casou-se com Maria Belarmina Lins de Albuquerque.

Qn.09 – Manoel Antônio de Miranda, casou-se na freguesia de Touros, aos 18/10/1854 com Joanna Quitéria da Cãmara, filha legítima de José Joaquim Nobre da Câmara e Lúcia Francisca da Costa.

Qn.10 – Maria Francisca Nobre, casou-se no Sítio São José, freguesia de Santana do Matos, aos 02/10/1850, com Luiz Valcácer da Rocha Pitta, filho de Luiz da Rocha Pitta e de sua mulher Leonarda Maria da Apresentação.

Qn.11 - Maria Marcionila de Miranda, nasceu aos 02/09/1837 e foi batizada no Sitio São Romão da freguesia de Santana do Matos, aos 20/05/1838, sendo Padrinhos Luiz da Rocha Pitta, casado, e Maria Ignácia Rosalina, solteira; faleceu em Currais Novos, onde residia, aos 18/05/1921; casou-se no Sítio Cascavel, freguesia de Acari, aos 23/11/1869, com o Coronel Cypriano Lopes de Vasconcelos Galvão, viúvo de Laurinda Bizerra de Vasconcelos, filho de Manoel Lopes Galvão e de Maria Alexandrina de Vasconcelos.

Qn.12 – Rita Regina Maria Câmara, casou-se em primeiras núpcias com Tomaz Pereira de Araújo, que faleceu aos 31/10/1862 e, em segundas núpcias, no Sítio Cascavel, da freguesia de Acari, aos 30/09/1869, com Manoel Pires de Albuquerque Galvão.

Tn.20 - Ana Joaquina de Melo, casou-se com João Gomes Carneiro Júnior, filho de João Gomes Carneiro e de Ana Joaquina de Melo.

Tn.21 – Antônio Ferreira de Miranda, casou-se no Sítio São Romão, da freguesia de Angicos, aos 30/11/1844, com Aldonsa Salvina do Amor Divino, filha legítima de Luiz da Rocha P-Pitta e de sua mulher Leonarda Maria da Apresentação.

Tn.22 - Bernardina Joaquina Rodrigues Santiago, casou-se na Barra da Ilha, freguesia de Ceará Mirim, aos 10/11/1846, com José Nicácio Barbosa, filho de Nicácio Barbosa e de Belarmina de Paiva.

Tn.23 - Florência Joaquina de Melo, casou-se com Manoel Luiz de França.

Tn.24 - Manoel Ferreira de Miranda.

Com Relação a Manoel Ferreira de Miranda, José Humberto (2011, p.96), cita Isabel Maria da Câmara como sua esposa e pais de Manoel Ferreira de Miranda Câmara, no entanto, no assento de casamento de Manoel Ferreira de Miranda Câmara com Ana Ferreira de Miranda, consta o nubente como filho natural, citando apenas o nome da mãe, Isabel Maria da Câmara.

“Aos dezenove de janeiro de mil oitocentos e sessenta e dois, na Jacoca, pelas dez horas da manhã o Pe. João Damasceno Davin Dantas de minha licença, casou a Manoel Ferreira de Miranda, filho natural de Isabel Maria da Câmara, com Ana Ferreira de Miranda, filha legítima de Bonifácio Francisco da Câmara e Ana Ferreira de Miranda, já falecidos e ... dei as bençãos nupciais, sendo testemunhas Alexandre Lopes de Vasconcelos e José Joaquim da Câmara. E para constar mandei fazer este assento que me assigno.”

Também na freguesia de Ceará Mirim, encontramos o assento de batismo, assinado pelo Padre Candido José Coelho, de Cândido, filho de Manoel Ferreira de Miranda e Francisca Antônia da Câmara.

“Aos treze de Outubro de mil oitocentos e quarenta e quatro nesta Matriz baptizei solenemente a Candido, branco, nascido a hum mês, filho legitimo de Manoel Ferreira de Miranda e Francisca Antonia da Camara e foram Padrinhos Antonio Rodrigues Santiago e sua mulher Joana Franca da Rocha e para constar, mandei fazer este assento, em que assignei.”

 

Ainda na Freguesia de Ceará Mirim, encontramos o assento de casamento de Manoel Ferreira Lopes de Paiva e Maria Tereza dos Prazeres, a nubente filha de Manoel Ferreira de Miranda e Francisca Antônia da Câmara:

“Aos vinte e três de Outubro de mil oitocentos e sessenta e seis no lugar Jacoca dessa Freguesia, dispensados do impedimento que os ligava e corrido os banhos Just Trid, o Padre Luiz da Fonseca Silva, de minha licença uniu em matrimonio com a solenidade das benções os Contratantes Manoel Ferreira Lopes de Paiva e Maria Thereza dos Prazeres, ele filho legítimo de Francisco de Paula Paiva e Bernardina Rodrigues de Vasconcelos, ela filha legítima do finado Manoel Ferreira de Miranda e Francisca Antonia da Camara depois de confessados e examinados em doutrina, e sendo testemunhas Alexandre Lopes de Vasconcelos e Candido Marcolino Monteiro. Do que fiz este assento que assigno.

Targino Paulino de Carvalho Parocho e [?]”

 

Manoel Ferreira de Miranda, que aparece nos assentos acima como marido de Francisca Antônia da Câmara, é citada por José Humberto (2011, p.96), como pai de Manoel Ferreira de Miranda Câmara, que é filho de Isabel Maria da Câmara. Isabel Maria da Câmara era filha de João José Torres e Vicência Maria da Conceição.

Do casal Manoel Ferreira de Miranda e Ana Ferreira de Miranda, descende a família Taipuense FERREIRA DE MIRANDA.

Bn.29 - João Rodrigues Santiago, casou-se nesta Matriz (de São Gonçalo?), aos 08/01/1820, com Bertholeza Maria da Conceição, filha legítima de Francisco da Silva Casado e sua mulher Anna Gomes.

Bn.30 – Maria Tereza de Melo, casou-se na Capela de São Gonçalo da Ribeira do Potengi, aos 04/11/1800, com João Gomes Carneiro, filho de João Gomes Carneiro e de sua mulher Ana Ferreira de Miranda.

N.08 – Adriana Rodrigues de Sirqueira, foi batizada na Igreja de São Gonçalo aos 18/08/1749, sendo seus padrinhos o Sargento-mor [?] Barbosa Cordeiro, homem solteiro e Ana Maria da Conceição, mulher de José [?] da Silva; casou-se com Francisco Antônio Teixeira. Fora os pais de:

Bn.31 – Ana Cláudia da Silveira, nasceu aos 07/07/1776 e foi batizada na Capela de São Gonçalo do Potengi, no 01/08/1776, sendo padrinho o Coronel Francisco da Costa Vasconcelos, viúvo; casou-se com João Gomes de Melo, filho do Sargento-mor Prudente de Sá Bezerra e de Maria Tereza. Foram os pais de:

Tn.25 - Manoel, nasceu aos 12/12/1794 e foi batizado na Capela de São Gonçalo do Potengi aos 04/01/1795, sendo padrinhos Manoel Martins Bragança, solteiro, e Maria de barros, solteira.

Tn.26 - Tereza, nasceu aos 28/01/1803 e foi batizada na Igreja de São Gonçalo, aos 13/02/1803, forram padrinhos Antônio Manoel de Sirqueira e Luiza Gomes de Vasconcelos, solteiros.

Tn.27 - Ignácia, foi batizada na Capela de São Gonçalo do Potengi aos 11/06/1804, sendo padrinho Antônio Cavalcante Bezerra.

Tn.28 - Francisco, foi batizado na Capela de São Gonçalo aos 12/07/1805, sendo padrinhos Ipólito de Sá Bezerra e Maria Tereza de Macedo.

Tn.29 - José, nasceu aos 20/02/1807 e foi batizado na Capela de São Gonçalo aos 13/03/1807, sendo padrinhos o Capitão Antônio Jose dos Santos, viúvo, e Dona Maria José de Jesus, casada.

Embora seja provável existir, não encontrei documentos que comprovem ligações genealógicas dos descendentes de Ana Cláudia da Silveira e João Gomes de Melo com a família GOMES DE MELO, de Taipu.

Bn.32 - Tereza Rodrigues de Sirqueira, nasceu por volta do ano de 1788 e faleceu aos 25/07/1848; casou-se com o Capitão Dioniso da Costa Soares, filho de Gonçalo Soares Raposos da Câmara e de Anna Soares de Melo. Foram os pais de:

Tn.30 - José (I), faleceu em Extremoz, aos 12/08/1805, com três anos e meio de idade, teria, portanto, nascido no ano de 1803.

Tn.31 - André Apóstolo Soares da Câmara, casou-se com Quitéria Maria Soares Câmara.

Tn.32 - Dionísio da Costa Soares Júnior.

Tn.33 - Ignácia Francisca Soares da Câmara, casou-se aos 22/08/1838, na Igreja Matriz de Ceará Mirim, com José Francisco de Paula Câmara, viúvo que ficou de Joaquina Soares da Câmara.

Tn.34 - Isabel Rodrigues da Silveira, casou-se com o Capitão Cândido Marcolino Monteiro, que foi, por nomeação, o primeiro intendente de Taipu.

Tn.35 – José Ferreira da Câmara, casou-se com Maria Antônia Câmara. Foram os pais de:

Qn.13 - Alexandrina Rodrigues da Silveira, casou-se com João Correa Barbosa.

Qn.14 – João Severiano da Câmara, casou-se no ano de 1853, com Tereza Rodrigues da Silveira, filha de Manoel Rodrigues da Silveira e Inácia Francisca de Melo.

A casal, que são avós paternos do Senador João Câmara, é tronco genealógico da família taipuense SEVERIANO DA CÂMARA, que se tornou RODRIGUES DA CÂMARA.

Qn.15 - Maria da Conceição Câmara, casou-se com Porfírio José Freire de Amorim.

Tn.36 – Joaquina Rita Soares, casou-se com Joaquim da Costa Soares

Tn.37 - Manoel Antônio Soares da Câmara, casou-se aos 09/10/1830, na freguesia de Extremoz, com Maria da Glória Pinto, natural de Angola, filha natural de Joaquim José Pinto e [?] e em segundas núpcias com Maria Tereza Rodrigues de Sirqueira, filha legítima de José Martins e de Bernardina Rita de Assumpção.

Tn.38 – Manoel Francisco Soares Raposo da Câmara, casou-se aos 22/08/1831, com Maria Roza de Oliveira, filha legítima de Gaspar Rebouças Malheiros e Roza Maria de Oliveira.

Tn.39 - Manoel Rodrigues da Silveira, casou-se com Joana Gomes da Rocha. Foram os pais de:

Qn.16 – Manoel Rodrigues da Silveira, nasceu no ano de 1797, faleceu aos 09/03/1857 e foi sepultado na Matriz de Ceará Mirim; casou-se com Ignácia Francisca de Melo, nascida no ano de 1809, falecida aos 11/12/1855 e sepultada na Igreja Matriz de Ceará Mirim.

O casal Manoel Rodrigues e Ignácia formou mais i troco genealógico RODRIGUES DA SILVEIRA, de Taipu.

Qn.17 - Ana Joaquina da Silveira, casou-se com Francisco Lopes de Vasconcelos.

N.09 – Catarina de Abreu Soares, casou-se com Francisco Xavier dos Santos. Foram os pais de:

Bn.33 – José [?], nasceu aos 19/12/1765 e foi batizado na Capela de São Gonçalo, sendo padrinhos o Sargento-mor Antônio Rodrigues Santiago, solteiro, e Dona Adriano Rodrigues de Sirqueira, solteira.

Bn.34 - Joaquim, nasceu a 01/09/1779, foram seus padrinhos Domingos Rodrigues, casado, e Dona Manoela Freire, mulher de João Pedro de Sá.

Bn.35 – Sebastiana, nasceu aos 20/01/1778 e foi batizada na Capela de São Gonçalo do Potengi aos ??/02/1778, sendo seus padrinhos João Cavalcante e sua mulher [?] Lourença Bezerra.

F.07 - Lourença de Araújo Correa, casou-se em primeiro matrimônio com Luiz Correa Soares, e forma os pais de:

N.10 – Ana Soares.

N.11 – Maria Soares.

Viúva de Luiz Correa Soares, Lourença casou-se em segundas núpcias com o português Bento José da Taveira, foram os pais de:

N.12 - José Taveira.

N.13 - Capitão Salvador Maria da Trindade.

F.08 - Capitão Manoel de Araújo Correa, casou-se com Antônia Freire de Amorim, filha do Coronel Theodósio Freire de Amorim e Benícia Gomes da Costa. Foram os pais de:

N.14 – Antônio Freire de Amorim.

N.15 – Damásia Gomes.

N.16 – João Freire de Amorim.

N.17 – Capitão Lourenço Freire de Amorim.

N.18 – Padre Lourenço Gomes Freire.

N.19 – Padre Manoel de Araujo Correa.

N.20 – Tereza Gomes.

F.09 - Salvador de Araújo Correa Júnior, casado com Antônia de Sanches.

F.10 - Tereza Duarte de Jesus, a quem coube a administração da Capela da Utinga; casou-se com o Capitão Francisco Xavier de Souza, natural da Bahia. Foram os pais de:

N.21 – Bernarda Dantas da Silveira, citada no casamento do Capitão Salvador de Araujo Correa.

FAMÍLIA RODRIGUES SANTIAGO

Jerônimo Rodrigues Santiago nasceu no ano de 1807 e faleceu aos 10/07/1842; casou-se com Felipa Benícia da Silveira (primeiro matrimônio de Felipa) e foram os pais de:

F.01 - Maria, nasceu no ano de 1838 e foi batizada em Ceará Mirim, aos 29/10/1939; foram seus padrinhos Manoel Luiz de França e sua mulher [...] Joaquina de Melo; faleceu aos 04/05/1941.

F.02 - Manoel, foi batizado em Ceará Mirim, aos 29/10/1839; foram seus padrinhos Francisco Lopes de Vasconcelos e sua filha Joana Gomes de Paula.

F.03 - Alexandre Rodrigues Santiago, casou-se no lugar Jacoca, em oratório privado, aos 20/05/1867 com Maria Joaquina Rodrigues de Paiva, filha de Francisco de Paula Paiva e Bernardina Lopes de Paiva. Francisco de Paula Paiva, o 2º com esse nome, foi o primeiro presidente eleito da Intendência Taipu.

Alexandre e Maria Joaquina formaram o tranco genealógico da família RODRIGUES SANTIAGO, de Taipu.

Com relação a ascendência de Jerônimo Rodrigues Santiago, infelizmente, não foi possível estabelecer sua ligação aos descendentes do Sargento-mor Manoel Rodrigues Santiago e Catharina Duarte de Azevedo.

O professor José Humberto sugere que Jerônimo é descendente de Isabel Rodrigues Santiago, conforme segue:

“Taipu, na sua genealogia, encontramos várias famílias descendentes dos Mártires de Uruaçu. Á família Rodrigues Santiago, a família Vilela Cid, a família Ferreira de Miranda, a família Gomes da Costa, a família Severiano da Câmara, a família Soares da Câmara, a família Praxedes do Amaral.

Segundo Manoel Maurício Correa, citado por Trindade (2011, p 70), o documento começa com o Português Antônio Vilela Cid que era casado com Inês Duarte, irmã do Padre Ambrósio Francisco Ferro e tiveram 05 filhos, inclusive, Bárbara Vilela Cid, que casou-se com Estêvão Machado de Miranda, outro massacrado de Uruaçu, e tiveram Margarida Machado de Miranda que casou-se com o capitão Manoel Duarte de Azevedo e tiveram Catarina Duarte de Azevedo, que casou-se com o Sargento -Mor, Manoel Rodrigues Santiago e tiveram Antônio Rodrigues Santiago, Isabel Rodrigues Santiago e Elena Duarte de Azevedo. O Rodrigues Santiago de Taipu é, provavelmente, de Isabel Rodrigues Santiago.” (Silva, 2013, pág. 160).

 

Já com relação à Felipa Benícia da Silveira, é possível que seja filha de Manoel Rodrigues da Silveira e Joana Gomes da Costa, como alguns aludem, embora não citem documentos comprobatórios.


 

BIBLIOGRAFIA CONSULTADA:

 

https://geneall.net/pt/forum/66591/familia-arruda-camara/ - acessado em 16 de maio de 2024

https://putegi.blogspot.com/2016/02/o-inventario-de-thomaz-bengala.html João Felipe da Trindade. O Inventário de Thomaz Bengala - Acessado em 16 de maio de 2024.

https://utinga.wordpress.com/page/ - João Felipe da Trindade. Acessado em 16 de maio de 2024.

https://www.familysearch.org/pt/ - Acessado em 16 de maio de 2024.

Filho, Olavo de Medeiros. Os barões do Ceará Mirim e Mipibu.

Gomes, Carlos Roberto de Miranda. Testemunhos – José Gomes da Costa. Natal / RN, 2002.

Praxedes, Gustavo de Castro. Um Passeio pela Genealogia da Família Rodrigues Santiago. Taipu / RN, 2004 (inédito).

Silva, José Humberto da – A Vila de Taipu e as famílias Ferreira da Cruz e Boa da Câmara, Natal – 2011.

Tenório, Antônio. Famílias Tourenses: Câmara, França, Varela e Leite - Natal. Offset, 2023.

Trindade, João Felipe. Notícias Genealógicas do Rio Grande do Norte, 2ª Edição – Natal, edufrn, 2019.

 

Nenhum comentário:

Postar um comentário

FAMÍLIAS TAIPUENSES DESCENDENTES DE URUAÇU

  Estêvão Machado de Miranda, casado com Bárbara Vilela Cid, filha de Antônio Vilela Cid e Ignês Duarte, eram os pais de três filhas, duas...