quinta-feira, 18 de fevereiro de 2021

Lista dos Presidentes da Intendência e Prefeitos de Taipu

Todos os presidentes da Intendência e Prefeitos de Taipu, sem considerar as repetições dos Prefeitos Wellington Luiz Varela da Costas e Ariosvaldo Bandeira da Silva, as quais não se caracterizaram novos mandatos, Taipu está atualmente, com o Prefeito Ariosvaldo Bandeira, no 49º mandato e, se não consideramos a repetição de pessoas no cargo, foram 31 cidadãos que estiveram a frente da administração  municipal de Taipu, desde a sua emancipação política.


PRESIDENTES DA INTENDÊNCIA E PREFEITOS DE TAIPU 
  PERÍODO INTENDENTE 
1 03/04/1891 à 30/12/1891 Capitão CÂNDIDO MARCOLINO MONTEIRO
2 31/12/1891 à 09/03/1892 JOAQUIM MANOEL DE SOUZA
3 10/03/1802 à 31/12/1892 SILVINO RAPOSO DE OLIVEIRA CÂMARA
4 Triênio de1893 a 1895 FRANCISCO DE PAULA PAIVA
5 Triênio de 1896 a 1898 VICENTE RODRIGUES DA CÂMARA
6 1899 a janeiro de 1900 Professor FRANCISCO DA CUNHA LYRA 
7 janeiro de 1900 a 1901 Coronel MANOEL EUGENIO PEREIRA DE ANDRADE
8 Triênio de 1902 a 1904 Coronel MANOEL EUGENIO PEREIRA DE ANDRADE
9 Triênio de 1905 a 1907 Coronel MANOEL EUGENIO PEREIRA DE ANDRADE
10 Triênio de 1908 a 1910 Coronel MANOEL EUGENIO PEREIRA DE ANDRADE
11 Triênio de 1911 a 1913 Coronel MANOEL EUGENIO PEREIRA DE ANDRADE
12 Triênio de 1914 a 1916 JOSÉ SOARES DA SILVA
13 Triênio de 1917 a 1919 ROSENDO LEITE DA FONSECA
14 Triênio de 1920 a 1922 ROSENDO LEITE DA FONSECA
15 Triênio de 1923 a 1925 ROSENDO LEITE DA FONSECA
16 Triênio de 1926 a 1928 JOÃO SEVERIANO DA CÂMARA
17 Triênio de 1929 a 1930 ROSENDO LEITE DA FONSECA
18 1930 e 1931 OTÁVIO PRAXEDES DO AMARAL LISBOA
19 1932 JOÃO FERREIRA DE MIRANDA CÂMARA
20 1933 JOSÉ LOPES VARELA
21 1933 a 05/07/1934 ROSENDO LEITE DA FONSECA
22 06/07/1934 a 31/10/1935 PEDRO GUEDES DA FONSECA
23 01/11/1935 a 17/09/1937 ROSENDO LEITE DA FONSECA
24 18/09/1937 a 05/01/1943 ROSENDO LEITE DA FONSECA
25 06/01/1943 a 22/05/1945 JOÃO EUSTÁQUIO DE CASTRO
26 23/05/1945 a 12/11/1945 LUIZ GOMES DA COSTA
27 13/11/1945 a 01/02/1946 Professor HOMERO DE OLIVEIRA DANTAS
28 02/02/1946 a 11/09/1947 LUIZ GOMES DA COSTA
29 12/09/1947 a 07/04/1948 SINÉSIO FERREIRA DA CRUZ
30 08/04/1948 a 07/04/1953 LUIZ GOMES DA COSTA
31 08/04/1953 a 31/01/1959 TAMIRES MIRANDA
32 01/02/1959 a 30/03/1963 VICENTE FERREIRA DA CRUZ
33 31/03/1963 a 12/05/1964 WELLINGTON LUIZ VARELA DA COSTA
34 13/05/1964 a 02/12/1964 ARIOSVALDO BANDEIRA DA SILVA
- 02/12/1964 a 16/11/1965 WELLINGTON LUIZ VARELA DA COSTA
- 16/11/1965 a 26/12/1955 ARIOSVALDO BANDEIRA DA SILVA
- 27/12/1965 a 31/01/1969 WELLINGTON LUIZ VARELA DA COSTA
35 01/02/1969 a 31/01/1973 GERALDO LINS DE OLIVEIRA
36 31/01/1973 a 30/01/1977 AMÂNCIO SOARES DA SILVA
37 31/01/1077 a 11/08/1979 GERALDO LINS DE OLIVEIRA
38 11/08/1979 a 12/03/1981 WALTER SOARES DE MIRANDA
39 13/03/1981 a 31/01/1983 EMANOEL ROMEIRO CAVALCANTE
40 01/02/1983 a 31/12/1988 ALUÍZIO VIANA DE MIRANDA
41 01/01/1989 a 31/12/1992 OSVALDO FERREIRA DA CRUZ
42 01/01/1993 a 31/12/1996 ALUÍZIO VIANA DE MIRANDA
43 01/01/1997 a 31/12/2000 FRANCISCO MARCELO CAVALCANTE DE QUEIROZ
44 01/01/2001 a 31/12/2004 FRANCISCO MARCELO CAVALCANTE DE QUEIROZ
45 01/01/2005 a 31/12/2008 SEBASTIÃO AMBROSIO DE MELO 
46 01/01/2009 a 31/12/2012 SEBASTIÃO AMBROSIO DE MELO 
47 01/01/2013 a 31/12/2016 ARIOSVALDO BANDEIRA JÚNIOR
48 01/01/2017 a 31/12/2020 SEBASTIÃO AMBROSIO DE MELO 
49 01/01/2021 a 31/12/2024 ARIOSVALDO BANDEIRA JÚNIOR 

.

quarta-feira, 17 de fevereiro de 2021

Coisas da nossa política - 2ª cassação do prefeito Wellington Luiz Varela da Costa

Termo da 2ª Posse de Ariosvaldo Bandeira da Silva no cargo de Prefeito de Taipu. 

Fonte: Câmara Municipal de Taipu, Arquivo Passivo - Termo de Posse e Compromisso - Anos: 1963 a 1997 (Transcrição a seguir)

Termo de Posse

Aos (16) deseseis, digo, desesseis dias do mês de novembro do ano de mil novecentos e sessenta e cinco (1965) nesta cidade de Taipu, Estado do Rio Grande do norte, na sede da Câmara Municipal, pelas 20 horas, estando reunida em sessão extraordinária a Câmara Municipal de Taipu, a qual com fundamento no art. 19 do Ato Institucional 118 R de 27 de Outubro de 1965, pondo em execução a sua designação de 13 de Agosto de 1964 formalizada em acordao de 3 de novembro do mesmo ano, resolveu afastar do execicio de suas funções o prefeito Wellington Luiz Varela da Costa, cujo mandato foi cassado por aquele ato, e empossado, em seu lugar, o Vice Prefeito Ariosvaldo Bandeira da Silva. Em seguida o prefeito substituto Ariosvaldo Bandeira da Silva, foi convidado pelo 1º Vice Presidente Geraldo Ferreira da Cruz, empossado no lugar de Vice Presidente, a prestar, digo, de Presidente da Câmara, a prestar compromisso legal e assumir as funções de seu cargo, tendo o novo prefeito tendo prestado o compromisso legal perante o presidente da Câmara, de bem e fielmente cumprir as funções de seu cargo. Eu, Telma Lúcia da Silva, lavrei este termo, que depois de lido achado a conforme vai assinado pelo Prefeito empossado e, os vereadores presentes a sessão e demais pessoas gradas que assistiram o ato, fiz a entrelinha “de 3 de novembro do mesmo ano.” 

O prefeito Wellington Luiz Varela da Costa já havia sido cassado e retornado ao cargo. O Termo de Posse acima, se dá pela segunda cassação do Mandato de Wellington, que desta vez, a Câmara o Casou baseado no Ato Institucional AI 2, da Ditadura Militar.

 Wellington, novamente, retornou ao cargo dias depois, conforme noticiou o Jornal Diário de Natal, edição de 27/12/1965, pág 6, com o seguinte título: "PREFEITO DE TAIPU REASSUME". Segundo a matéria, a Câmara Municipal local havia cassado o seu mandato baseado no Ato Institucional nº 2, entendendo assim, o Juiz que a cassação que ali se refere somente é possível pela iniciativa do Ministério da Justiça ao Presidente da República. 

Arnaldo Eugenio, 17/02/2021

terça-feira, 16 de fevereiro de 2021

sexta-feira, 12 de fevereiro de 2021

Prefeito Luiz Gomes da Costa


Aos 21/03/1948 era eleito para o cargo de Prefeito de Taipu / RN, o Sr. Luiz Gomes da Costa, recebendo a histórica votação de 75,57% dos votos válidos.

Fonte:

Jornal A Ordem, edição de 31/03/1948, pág 1

quarta-feira, 10 de fevereiro de 2021

O Grêmio

Na imagem  da esquerda, o prédio do antigo Grêmio, publicada no blog Cronicastaipuenses, a imagem à direita, o prédio da Câmara Municipal, pelo autor.
 

O prédio que leva o nome de “Palácio Vereador Sebastião Cruz”, se tornou sede da Câmara Municipal de Taipu a partir do ano de 2001. Desde aonde alcança minha memória, o prédio era, simplesmente, “O Grêmio”, que bem podia ser chamado de “A Casa da Cultura Taipuense”, existiu até a década de 1980. O Grêmio perdeu funcionalidade com a construção do Centro Pastoral, inaugurado a 01/05/1986. Esse, com melhor estrutura, começou receber os eventos que outrora acontecia no Grêmio.

O Grêmio foi palco de reuniões comunitárias, show de trapézio, peças teatrais, filmes, bailes... Lembro, por exemplo, de uma peça teatral que participei, a qual chamava-se “O Castigo de um filho”, apresentada em maio de 1982, em homenagem às mães.

No ano de 1974, quando televisão era raridade em Taipu, a cidade não contava com 10 aparelhos de TV, foi instalado um televisor no Grêmio, para se assistir aos jogos da Copa Mundo. Era um esforço enorme do responsável pelo equipamento tentando sintoniza-lo manualmente, numa época em que nem se imaginava o tal controle remoto. Apesar de tudo, grande decepção não foi a má qualidade da transmissão, mas, a perca do tetracampeonato da Seleção Canarinho. E, para registro, o responsável pela televisão era o jovem Ariosvaldo Bandeira Junior, hoje prefeito de Taipu.

O espaço é muito mais antigo do que a minha memória alcança. O Jornal “A REPÚBLICA”, na edição de 20/01/1903, pag. 4, anunciava a chegada à cidade de lideranças políticas para a grande festa de inaugurações de obras, pelo Intendente, o Coronel Manoel Eugenio, destacando-se dentre tais obras, a inauguração do mercado público, justamente onde posteriormente viria a ser “O Grêmio”.

O local, porém, já tinha utilidades antes do mercado público do Coronel Manoel Eugenio. O livro de Foros do Patrimônio de Nossa Senha de Livramento, Paroquia de Taipu, faz referência ao lugar como “casa de cortar carne verde”:

“Fulano de Tal (nome ilegível), representado por João Soares da Silva, afora, perpetuamente, no patrimônio de Nossa Senhora do Livramento de Taipú, um terreno, com casa de tijolo de vinte cinco e meio palmos de frente tendo direito a cento e cincoente palmos de fundo se houver, na rua que tem em frente a Igreja pelo lado do norte, junto a uma casa de cortar carne verde, sujeitando-se a pagar anualmente, para o mesmo patrimônio, no mês de dezembro independente de ser procurado, cincoente réis por palmo que foi o foro de 1:245  mil duzentos e quarenta e cinco reis por ano sob pena de [...] comunicado se não pagar em dois anos consecutivos, não podendo vender ou alienar sem consentimento do senhorio que tem o direito...” (Livro de Foros do Patrimônio de Nossa senhora do Livramento, pág., 36v – grifo nosso)

O espaço, que era do Patrimônio de Nossa Senhora do Livramento, ao que tudo indica, tornou-se de domínio público, visto não haver aforamento desse lugar no referido livro de aforamentos da Paroquia.

É provável que a origem dessa “casa de cortar carne verde”, date de antes de 1877.  Manoel Ferreira Nobre, em seu livro “Breve Notícia Sôbre a Província do Rio Grande do Norte”, cujo primeira edição é de 1877, falando sobre Ceará Mirim, faz a seguinte citação:

Taipu, (285) cinco léguas ao poente da vila, edificada irregularmente: pouco trato comercial, uma pequena feira, e exporta algodão e courama (Nobre, pag. 190, 1971 – grifo nosso).

Tudo leva a crer que o local do antigo Grêmio, serviu inicialmente à feira livre, citada por Nobre, e é hoje a Câmara Municipal, sede do Poder Legislativo. Tomara que a hoje “Casa do Povo” uma hora legisle sobre a regularização do nosso espaço urbano, que teima nas construções irregulares, conforme nos chamou à atenção Manoel Ferreira Nobre, já em 1877, portanto, a 144 anos, sem que o poder público tenha intervido.

 

Fontes:

Nobre, Manoel Ferreira. Breve Notícia Sôbre a Província do Rio Grande do Norte, 2ª Edição, 1971.

Livro Tombo nº1 da Paroquia de Nossa Senhora do Livramento.

Livro de Foros do Patrimônio de Nossa Senhora do Livramento de Taipu.

Jornal “A REPÚBLICA, edição de 20/01/1903, pag. 4.

 

Arnaldo Eugenio, 10/02/2021.

FAMÍLIAS TAIPUENSES DESCENDENTES DE URUAÇU

  Estêvão Machado de Miranda, casado com Bárbara Vilela Cid, filha de Antônio Vilela Cid e Ignês Duarte, eram os pais de três filhas, duas...