segunda-feira, 31 de maio de 2021

Magnus Kelly de Miranda Rocha

Arquivo PDF 

 


 

Um pouco do ex-deputado Magnus Kelly de Miranda Rocha. Taipuense, nascido a 01/10/1946, filho de Marino Alves da Rocha e Maria Ignês de Miranda. Magnus Kelly elegeu-se deputado estadual, a primeira vez, em 1966, aos 21 anos de idade. Naquele pleito, estimulado por Aluízio Alves, trocou a candidatura a vereador de Natal pela de deputado, tornando-se, à época, o deputado mais jovem do pais..

Fonte: Novo Jornal, edição nº 398, pag. 7, Natal /05/03/2011.

terça-feira, 25 de maio de 2021

Mais do Desembargador Aprigío Augusto Ferreira Chaves

 


Do Desembargador Aprígio Augusto Ferreira Chaves, que era irmão do ex-Governador Joaquim Ferreira Chaves Filho, encontrei o registro do foro de terra ao Patrimônio de N. S. do Livramento, sendo esse documento mais uma evidência de que o Desembargador morava em Taipu, onde faleceu e foi sepultado. No assento do foro não foi informada a localização do fora, assim não sabemos em qual das ruas da Vila morou o Desembargador.

 

“O D. (Desembargador) Aprígio Augusto Ferreira Chaves afora no Patrimônio de N. S. do Livramento do Taipu um terreno de dezesseis palmos de frente com direito a cento e cincoenta de fundo, sujeitando-se a pagar anualmente ao mesmo Patrimônio cincoente reis por palmo que importa em oitocentos reis (800, sob pena de cahir em commisso se não pagar em dois anos consecutivos, não podendo vender ou alienar sem o consentimento do senhorio que tem o direito de preferencia e de receber o laudêmio se for vendido a outrens, e as mais disposições que regem sobre  esta matéria. E para constar mandei lavrar este termo que assignei.

Ceará Mirim, 16 de junho de 1902.”

Relembrando, conforme já postamos aqui, o óbito do Desembargador Aprígio Augusto do Ferreira Chaves é o primeiro registro do livro de óbitos do Cartório de Registros Civil de Taipu.

Fontes:

Livros de Foros do Patrimônio de N. S. do Livramento de Taipu.

Cartório de Registros Civil de Taipu. Disponível via: https://www.familysearch.org/search/catalog

terça-feira, 18 de maio de 2021

Ata da Mesa Eleitoral da Única Secção do Município de Taipu em 3 de setembro de 1928

Arquivo PDF 

 
 
Recebi do amigo Alfredo da Costa Neto o link com a Ata das Eleições de Taipu, no ano de 1928, que escolheu o prefeito e intendentes (vereadores) para o triênio de 1929 a 1931 (gestão interrompida pela revolução de 1930). Alfredo chamou-me à atenção para o prefeito eleito: João Gomes da Costa (o Coronel João Gomes de Pitombeira).

Pesquisa é assim, sempre surpreende, para o triênio de 1929 a 1931, era uma das poucas eleições de Taipu que não havia encontrado informação em uma fonte primária. Preciso revisar o levantamento que fiz dos Prefeitos de Taipu, onde no período em questão, está como prefeito Rosendo Leite da Fonseca, este na verdade, para o triênio de 1929 a 1931, fora eleito intendente, ou seja, vereador.

A Ata, que traz, inclusive, a relação nominal dos 148 eleitores daquele pleito, está disponível em:.,https://sites.google.com/view/museu-virtual-do-trern/resultado-de-elei%C3%A7%C3%B5es-e-atas-eleitorais/atas-eleitorais-1889-1929

domingo, 16 de maio de 2021

Celso Alves da Rocha

  Fonte: acervo de Ana Maria Alves Rocha, gentilmente cedida.

Celso Alves da Rocha, pousando no seu possante Simca; a fotografia foi tirada em frete à sua casa, atual residência de Dona Luiza Cruz; as casas que aparecem às costas de Seu Celso, eram: a antiga residência de Vicente Eugenio Pereira de Andrade e do seu filho João Vicente, esse, pai da Professora Dona Chiquinha; com relação à casa de Vicente Eugenio, que era meu bisavô, encontrei registro no Livro de Foros da Paróquia de Nossa Senhora do Livramento, a rua, a época dos aforamentos, final da década de 1890, chamava-se Rua do Sul.

A foto, seu Seu Celso ofereceu à esposa, com a seguinte dedicatória: “Elza minha querida Para você uma pôse do seu “Pão” que muito lhe ama. Eternamente o seu Celso.” A declaração, datada de 29/03/1971, evidencia o lado romântico de Seu Celso.

quinta-feira, 13 de maio de 2021

Antônio Moraes da Rocha

 
Imagem: Ana Maria Rocha, gentilmente cedida.

A criança da foto é Antônio, em sua primeira comunhão. Antônio Moraes na Rocha, filho de Celso Alves da Rocha e Elza Moraes da Rocha; Antônio nasceu em Taipu aos 17/01/1946, foi registrado com o nome de Antônio Alves da Rocha, porém, há a averbação, no seu registro de nascimento, com mudança do nome para Antônio Moraes da Rocha, datada de 20/11/1959; Toinho de Celso, como é mais conhecido, casou-se com Margarete Bandeira da Cruz, filha de Ariosvaldo Bandeira da Silva e Inês Ferreira da Cruz. Toninho e Margarete são os pais de Washington, Wendell, Werllen e Weruska. Toinho, ao lado de outros amantes dos amantes, notabilizou-se por suas inesquecíveis serenatas nas enluaradas noites taipuenses e, quando a lua não aparecia, a inspiração vinha do brilho das estrelas, mas, serestas não faltavam...

terça-feira, 11 de maio de 2021

José Luiz Cavalcante

                                    Imagem: Acervo da Câmara Municipal de Taipu

JOSÉ LUIZ CAVALCENTE, natural da Cidade de Lajes / RN, filho de Luiz Tomaz Cavalcante e Maria Romeiro Cavalcante, transferiu-se para Taipu, ainda moço, onde radicou-se; casou-se com Zuíla Alves da Rocha, nascida em Taipu a 01/11/1916, filha de Adão Marcelo da Rocha e Luíza Querubina do Nascimento; foram os pais de três filhos: Ivan Luiz Cavalcante, Maria do Livramento Cavalcante e Marcelo José Cavalcante; Emanoel Romeiro Cavalcante, que foi prefeito de Taipu, irmão mais novo de Seu Zé Luiz, nasceu após o falecimento do pai, assim foi criado por José Luiz e Zuíla, constituindo-se o quarto filho do casal, nascido antes dos filhos biológicos.

José Luiz Cavalcante foi um homem bem sucedido nos negócios: criador, foi proprietário das terras conhecidas como “O cabeço de Seu Zé Luiz”, propriedade que pertence atualmente ao Dr. Inamar Torres; foi proprietário da empresa de viação terrestre Nossa Senhora do Livramento, firma que depois foi incorporada à Empresa Cabral.

Político, foi presidente da Câmara Municipal de Taipu, de 02/12/1969 a 03/04/1970, além de ter protagonizado as memoráveis disputas pela Prefeitura de Taipu, nas eleições de 30/11/1968 e 15/11/1976, contra Geraldo Lins de Oliveira, “o Mocó”, esse vencedor dos dois acirrados embates.

Religioso, devoto de Nossa Senhora do Livramento, herdou do sogro Adão Marcelo da Rocha o papel de liderança frente aos festejos religiosos da Igreja, era sempre, por exemplo, o Presidente da Comissão das Festas da Padroeira Nossa Senhora do Livramento.

Seu José Luiz Cavalcante passou por uma tragédia pessoal / familiar: aos 14/12/1955 quando retornava da romaria à Cidade de Canindé, no Estado do Ceará, na BR-304, entre as cidades de Mossoró e Assu. o Caminhão Mixto desgovernou-se e tombou. O motorista fugiu, Sr, José Luiz ficou gravemente ferido e, dentre as vítimas fatais do terrível acidente, estava seu filho Ivan Luiz Cavalcante.

sábado, 8 de maio de 2021

Família FERNANDES DE OLIVEIRA

Arquivo PDF 

 

 Fonte: Imagem Reprodução

Coronel Fernando Monteiro de Oliveira, filho de Jacob Fernandes de Oliveira e Celina Ilka Monteiro de Oliveira, foi Subcomandante Geral da Polícia Militar do Estado da Paraíba.

 

quarta-feira, 5 de maio de 2021

Dona Alice Freire Câmara e filhos

Imagem - Acervo pessoal de Eduardo Freire Câmara
 

Dona ALICE FREIRE CÂMARA, natural de Natal / RN, filha legítima de Raimundo Natividade Freire e Mara Amélia Freire; casou-se com Edvaldo Juvêncio Câmara, filho de Manoel Juvência Câmara e Maria Alves Câmara.

A família Juvêncio da Câmara, de Taipu, era, originalmente, Soares da Câmara; os filhos de Juvêncio Soares da Câmara e Maria Adelaide Soares da Câmara adotaram o nome do pai como sobrenome e passaram a assinar “Juvêncio da Câmara”. Juvêncio e Maria Adelaide são os bisavôs paternos dessa turma.

A ordem, da esquerda para a direita, é: Edmar, José Eider, Ivonete Maria, Edmilson, Leci, Dona Alice com Elione, Maria das Graças, Emilson, Tereza Neuma e Eduardo. Todos com sobrenome Freire da Câmara.

segunda-feira, 3 de maio de 2021

Gabriel Fernandes Campos

Foto: Acervo da Câmara Municipal

GABRIEL FERNANDES CAMPOS, filho de João Gabriel Campos e Luzia Fernandes Campos, nasceu no lugar Boa Vista, Taipu, aos 20/09/1912; Gabriel Campos foi vice-Prefeito de Taipu no período de 08/04/1953 a 31/01/1959, gestão que teve como Prefeito o Sr. Tamires Miranda. Gabriel Campos ainda foi Presidente da Câmara Municipal de Taipu, de 1953 a 1957.
O pai de Gabriel Campos, João Gabriel Campos, foi Membro do Conselho de Intendência de Taipu (cargo equivalente ao de vereador) por dez gestões, época em que cada mandato correspondia a um triênio: de 1896 a 1898, ficou fora no triênio de 1899 a 1901, voltando à Intendência e permanecendo pelos nove triênios consequentes, de 1902 a 1928. João Gabriel Campos é homenageado com nome de rua em Taipu.


FAMÍLIAS TAIPUENSES DESCENDENTES DE URUAÇU

  Estêvão Machado de Miranda, casado com Bárbara Vilela Cid, filha de Antônio Vilela Cid e Ignês Duarte, eram os pais de três filhas, duas...