terça-feira, 14 de março de 2023

DA PONTE DO PAIVA

 

DA PONTE DO PAIVA

 

A aurora resplandece sobre o atlântico

Refletindo-se no espelho sobre o mar sereno

As imagens reproduzidas, entrecortadas

Pelas cortinas dos belíssimos coqueirais

O contemplador em movimentos involuntários

Tenta desvencilhar das palhas dos coqueiros

Tal qual o impulsivo olhar adolescente

Que espia a nudez da mulher proibida

Por entre os dedos da mão que disfarça venda

Aguçando a imaginação que voa livre

Como nas miragens do sol do meio dia

Que quando se deita para o adormecer

O crepúsculo reluz nas águas do velho Jaboatão

Estendendo o tapete à noite de gala

A lua, galanteada pelas estrelas cintilantes

Vem iluminar a noite dos amantes

E como, ofuscados pelo excesso de luz às retinas

Não desnudam os mistérios do generoso cenário

Ao qual, encantado, contemplo da Ponte do Paiva

 

Arnaldo, 14/03/2023

 

Arnaldo, 14/03/2023

Nenhum comentário:

Postar um comentário

Da passagem de João da Maia Gama, a serviço do Rei, por Taipu.

  DIÁRIO DA VIAGEM DE REGRESSO PARA O REINO, DE JOÃO DA MAIA GAMA, E DE INSPEÇÃO DAS BARROS DOS RIOS DO MARANHÃO E DAS CAPITANIAS DO NORTE...